Artigos

Certificação de alimentos orgânicos

A certificação de produtos agrícolas tem apresentado um crescimento significativo nos últimos anos. Isso se deve à relevância que o consumidor tem dado a conhecer a origem e produção dos alimentos que compra. 

Ao longo do tempo o hábito do consumidor mudou. Décadas atrás o contato com os meios de produção eram muito mais comuns. Mesmo nas regiões urbanas, grande parte das pessoas tinha algum conhecimento do processo produtivo de diversos alimentos.

vegetais orgânicos

Pergunte aos seus avós ou mesmo à seus pais. Certamente eles terão na memória momentos em que compraram aquele famoso frango assado do domingo ainda vivo. Com o passar do tempo, passaram a encontrar nos mercados o frango já morto e depenado. Mais alguns anos e se tornou comum encontrar o frango já limpo na geladeira do mercado. No entanto hoje muitas crianças mal possuem a relação de que uma galinha é o mesmo animal que consomem à mesa.

Esse exemplo é apenas uma pincelada de quanto a relação entre produtores e consumidores mudou. Além disso a própria relação com o alimento e as formas de escolher o alimento que é comprado mudaram drasticamente ao longo do tempo.

Uma mudança recente que o mercado de alimentos tem sofrido foi a incorporação dos selos de qualidade. Essas certificações têm a função de garantir, perante o cliente, a qualidade do produto ou a forma de produção, em alguns casos ambas as situações.

O que mudou no mercado

Como citado em nossa introdução, as mudanças de hábito dos consumidores foram avassaladoras nas últimas décadas. Nos últimos anos, com a veiculação rápida de informações devida à internet, a preocupação com a atuação social da produção de alimentos tomou os holofotes, sendo palco de diversas discussões intermináveis.

Duas preocupações podem ser facilmente identificadas no consumidor hoje, que não eram comuns antes:

  1. origem do alimento;
  2. modo de produção.

A origem do alimento está diretamente vinculada à qualidade esperada. Regiões conhecidas pela produção de determinado gênero são geralmente tratadas com preferência pelo comprador. Isso naturalmente aumenta o valor do produto, pela expectativa de qualidade garantida.

Esse fenômeno é facilmente identificável na produção de vinhos, onde não apenas a uva utilizada, mas também o local de cultivo são fatores essenciais para o sabor da bebida. Isso também vale para o café, tabaco e muitas bebidas alcoólicas. 

O modo de produção, por sua vez, hoje sofre cobranças incomuns aos tempos passados. O comprador quer ter certeza de que o alimento que encontra na prateleira não é apenas da qualidade desejada, mas também foi plantado, tratado, colhido e beneficiado da forma que lhe agrada mais. 

Controle de qualidade

Existe também um pressão social muito grande, uma vez que o consumidor exige que as relações de trabalho entre a marca, ou produtor, e os trabalhadores tenham determinados aspectos. Por exemplo, certificações foram criadas para garantir que os trabalhadores que realizam a colheita do café recebam salários adequados ao trabalho, além de não aceitar o trabalho infantil.

As motivações sociais para exigência de certificações são variadas e distintas para cada classe de produto.

Como funcionam as certificações

Para se conseguir um selo de qualidade, é preciso que que o agricultor adeque suas técnicas, processos, materiais e insumos a determinadas características, que são diferentes para cada certificação.

É preciso então, que o agricultor conheça ou descubra quais são as certificações mais relevantes para a sua própria cultura. Em seguida, analisar seu método de cultivo e, identificar o que deve mudar para se adequar às normas estabelecidas por cada selo.

certificação

Onde se deve, então, buscar uma certificação?

Depende!

Para o café, por exemplo, temos abaixo algumas certificações que são bastante recomendáveis. O produtor pode escolher cada uma delas, ou tentar todas. As cartilhas de exigências são, normalmente, fornecidas pelos responsáveis pela certificação.

Quem certifica

Cada selo ou certificação tem seu próprio modelo de auditoria, pelo qual o produtor certificado deve passar para ter direito a esbanjar a qualidade de seu produto na sua embalagem.

Em alguns casos o agricultor deve contratar uma empresa para a auditoria. As empresas que atuam com esses serviços conhecem bem os termos de conformidade necessários para cada certificação. Ao contratar uma dessas empresas, o agricultor se prepara para a auditoria e, recebendo os auditores em sua propriedade, estes realizam a vistoria de todos os pontos críticos para aquela certificação. A partir desse ponto, se tudo estiver de acordo, o produtor recebe o selo de qualidade.

bananas certificadas

Para algumas certificações, o produtor tem que pagar por cada auditoria, fazendo com que reprovações sucessivas sejam custosas. 

Em outros casos, a certificação é fornecida por um grupo de agricultores, do mesmo setor. Esse tipo de auditoria é comumente realizada por cooperativas com seus cooperados. Dessa forma, produtores de um certo gênero inspecionam seus semelhantes, isso dá um grau muito mais alto de conhecimento específico sobre aquela determinada cultura.

Em outros casos, o produtor pode buscar uma certificação nacional ou internacional. Nessas situações, é preciso entrar em contato com o órgão que outorga o selo para conhecer suas exigências.

Produtos orgânicos

Para os produtos orgânicos as certificações são de extrema importância, uma vez que são elas as responsáveis por mostrar ao consumidor que aquele produto é o que ele está procurando de fato.

A preocupação em consumir mais orgânicos vem do uso indiscriminado de alguns químicos nas lavouras. É, portanto, uma exigência do comprador de orgânicos, que o produto não contenha rastros de defensivos agrícolas. Primeiramente, o uso de químicos é proibido por esse público. Em segundo plano, o uso de sementes ou variedades não modificadas geneticamente é um grande bônus.

supermercado

O mercado de orgânicos tem crescido de forma assombrosa nos últimos anos. Além disso, a demanda por esses produtos parece não diminuir. É um mercado em expansão e ainda muito promissor. Como a oferta de orgânicos ainda é baixa, pois apresentam menor produtividade e mais risco para o produtor, seus preços finais tendem a ser mais altos, esse é um dos principais motivos para esses produtos chamarem a atenção dos produtores.

Café

O café é um caso muito especial quando se fala em certificação. Isso tem relação direta com os modelos de produção. A planta do café produz grãos em vários estágios de maturação ao mesmo tempo. No entanto, para se obter uma bebida com a melhor qualidade possível é preciso uniformidade dos grãos. Isso só é possível, portanto, se a colheita for realizada manualmente.

grão de café especial

Por muito tempo a mão de obra empregada em diversos cafés de altíssima qualidade era bastante problemática. Com um ambiente agressivo, era comum que muitos trabalhadores tivessem horários excessivos, pagamento muito baixo, além da comum ocorrência de trabalho infantil. Por isso, quando o mercado consumidor desses produtos percebeu que pagava valores altos e os trabalhadores viviam aquela realidade, passaram a exigir melhores condições de trabalho por parte das marcas.

É com essa ideia que surgiram as certificações de Fair Trade, que garante ao consumidor que as pessoas que trabalharam com aquele produto receberam um pagamento “justo” pelo seu trabalho.

café de coador

Dentre algumas certificações encontradas nos cafés, podemos listar:

Certificação Orgânica

A certificação de orgânico garante ao consumidor que o produto está livre de químicos. É um importante selo para a segurança alimentar em qualquer lugar. É uma certificação em vigor no brasil desde a década de 1990, além de ser muito relevante para os produtores brasileiros que exportam seu café para mercados mais exigentes.

Rainforest Alliance Certified

A Rainforest Alliance Certified (Certificação da Aliança das Florestas Tropicais) é uma movimentação que busca contra-atacar o desmatamento de florestas nativas. Cafés ou demais produtos com esses selos mostram grande preocupação de seus produtores em preservar os recursos naturais ao redor do globo. A visibilidade dessa certificação é bastante grande e pode ser essencial para o agricultor ser capaz de comercializar seu produto em alguns mercados.

UTZ CERTIFIED

A certificação UTZ é obtida através de um rigoroso controle de rastreabilidade. Focada, portanto, no percurso realizado pelo produto desde a planta até a torrefação. É uma certificação muito relevante para cafés especiais e tipo exportação, evidentemente.

Fair Trade Coffee

A certificação Fair Trade (ou troca justa) certifica que em toda a cadeia do produto os trabalhadores receberam pagamentos dignos. Especialmente importante, portanto, para cafés produzidos em países em desenvolvimento e regiões onde o trabalho manual é costumeiramente mal pago. 

Certifica Minas

Certificação executada pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e pela Emater – MG. Tem a intenção de garantir que os cafés produzidos em Minas Gerais possuem conformidade com as exigências do comércio internacional. Essa é também uma certificação altamente relevante para expansão de mercados.

Por que é interessante para o agricultor

Como citado acima, os selos e certificações são muito importantes para a expansão das vendas. Muitos produtores já perceberam essa diferença e focaram seu controle de qualidade na busca de certificações.

Além de abrir portas para mercados mais exigentes, os selos e certificações são responsáveis por uma grande mudança na vida do agricultor: a valorização do seu produto.

sacas certificadas

No mundo atual é, portanto, essencial a busca por alguma forma de garantir ao consumidor a qualidade do produto ofertado. Com isso, produto irá, especificamente, encontrar qual é a certificação que seu público dá mais valor, com o tempo.

A garantia de qualidade torna o produto muito mais competitivo. É portanto, muitíssimo interessante para o agricultor a aquisição de selos. Apesar de muitas vezes ser trabalhoso, a busca por qualidade é geralmente bastante recompensada em retorno financeiro.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo