3 Formas de reduzir seus custos com irrigação

A irrigação é de extrema importância para a agricultura, contribuindo para o aumento de produtividade na lavoura e para um bom desempenho em condições climáticas adversas.

De acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), a área irrigada no mundo corresponde a 20% do total agricultado, porém, é responsável por 40% da produção de alimentos.

Aliado à sua importância estão seus custos, demandando um bom planejamento, visto que pode se tornar um processo tão oneroso que pode chegar a inviabilizar a sua utilização.

Isso porque, nos últimos anos já houve um aumento nos custos de energia para irrigação. E a tendência é de isso não retroceda nos próximos anos, diante do aumento da inflação e do preço da energia.

Além disso, tem havido uma cobrança cada vez maior da sociedade pelo uso racional dos recursos hídricos, especialmente em épocas de estiagem como em alguns momentos em 2021.

Diante deste contexto, da importância da água para o ser humano e dos altos custos que podem ocorrer na irrigação, é preciso utilizar racionalmente este recurso.

Veja a seguir como fazer isso e ainda economizar!

Estratégias para gastar menos com a irrigação

Confira, abaixo, 3 formas de você economizar com o seu sistema de irrigação – seja ela irrigação por microaspersão, aspersão etc – sem deixar de fornecer à sua lavoura o que ela precisa.

Irrigação no período noturno

Já existem programas de incentivo à irrigação feita entre os horários de 21:30 até 06:00, durante a noite e madrugada, pois é quando temos uma menor demanda de energia elétrica nos outros setores e quando a tarifa de energia fica mais barata, também conhecida como tarifa verde.

Além de reduzir o custo com a energia, a evapotranspiração a noite também é menor, ou seja, é preciso menos água para irrigar em comparação ao dia.

Assim, uma sugestão é procurar a concessionária de energia da sua região e conversar sobre o sistema de cobrança diferenciado para aqueles que fazem irrigação noturna.

Geralmente, é feito um contrato e é instalado um equipamento que mede, além da quantidade de energia consumida, quando é que ela está sendo consumida.

Com esta prática, há um potencial de redução de custos de até 80%.

Irrigação Por Pivô Central
Irrigação por pivô central

Manutenção e calibração periódica do sistema de irrigação

A manutenção e a calibração periódica do sistema de irrigação garante que a quantidade de água determinada no sistema de controle seja a mesma quantidade de água que está saindo nos bicos dos aspersores, garantindo precisão no processo de irrigação.

Além disso, a manutenção periódica evita desperdícios e possíveis vazamentos.

Irrigação Inteligente

Os instrumentos utilizados para auxiliar no manejo da irrigação tem por objetivo coletar dados que proporcionem informações sobre aplicar a quantidade certa de água, no momento exato.

Alguns equipamentos tem difícil aplicação por causa da complexidade de manuseio e interpretação de suas informações, como os tensiômetros, que medem a umidade do solo e se mostram cada vez mais em desuso.

Assim, a Agricultura Digital, também chamada de Cultivo Inteligente, é a nova revolução tecnológica no campo e veio para trazer suporte a tomada de decisão do produtor rural.

Através do uso de satélites e de sensores na lavoura, ela permite a coleta e processamento de um grande volume de dados para gerar recomendações que otimizam o uso de recursos, contribuindo para o aumento da produtividade ao entregar para a planta exatamente o que ela precisa.

É neste contexto que surge o manejo inteligente da irrigação.

Muito mais do que apenas um equipamento coletando uma ou duas variáveis, ele calcula a necessidade de aplicação de água baseando-se em diversas variáveis ambientais monitoradas em tempo real, combinando características de solo, planta e clima, medidas automaticamente por sensores instalados no campo.

A irrigação inteligente também interpreta os dados gerados pelo sistema no campo, através de softwares, enviando-os em para o seu celular ou computador com a recomendação de irrigação.

Com isso, o manejo inteligente:

  • Colabora para o aumenta da produção agrícola;
  • Ajuda a economizar recursos como água, mão de obra e energia;
  • Reduz a ocorrência de problemas fitossanitários, relacionados à aplicação excessiva ou deficiente de água;
  • E ajuda a diminuir a lixiviação, ou seja, a perda de nutrientes.
Monitoramento Agrosmart para Irrigação inteligente

Conclusão

Diante do encarecimento da energia elétrica e de diversos insumos, os custos de produção agrícola tem subido ano a ano.

Assim, é preciso cortar gastos desnecessário e otimizar os recursos disponíveis na lavoura.

Aplicando estas 3 dicas é possível aumentar a lucratividade da sua produção e reduzir os custos do seu sistema em qualquer um dos métodos de irrigação disponíveis no mercado.

E melhor ainda, de forma sustentável, pensando no meio ambiente, com o menor impacto possível sobre os recursos hídricos e energéticos.

Imagem Destaque Lp Ebook Guia Manejo Irrigacao 2022
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo